PROBLEMÁTICA

A primeira Jornada Epistemológica, perspectivada para os dias 25 e 26 de Setembro do ano em curso, nasce das observações segundo as quais dentre dos discentes e, provavelmente, dos docentes, existem pessoas que desconhecem os fundamentos da ciência que elas aprendem e ensinam.

Para suprir esta lacuna, julga-se pertinente a promoção de uma jornada científica tendente a elucidar as bases das (meta ou pseudo?) ciências ou dos diversos ramos de saber ministrados na Universidade 11 de Novembro, tais como: ciências jurídicas, ciências económicas, ciências de gestão, ciências contabilísticas, ciências de educação, ciências biológicas, ciências filos óficas, ciências psicológicas e ciências linguísticas.

 

DOS OBJECTIVOS

Tendo em conta a diversidade dos domínios de saber acima indicados, a iniciativa tem como objectivos suscitar uma discussão filosófica das ciências, o que significa dizer situar as suas géneses (genealogia), as transformações submetidas através das interacções com a envolvente social e tecnológica.

Trata-se de compreender e explicar os paradigmas, os métodos e os conceitos científicos que caracterizam e que marcam a evolução dos diferentes ramos de saber.

São esses meios privilegiados de representação do saber que permite, desde os primórdios da História da ciência, o acesso ao conhecimento da natureza das coisas, dos homens e das sociedades.Com efeito, para esta jornada epistemológica, quatro painéis correspondentes à eixos temáticos estão retidos:

§ Fundamentação teórica do conhecimento (científico);

§ Epistemologia das disciplinas;

§ Metodologias científicas;

§ Construções intectuais.

 

Para a realização desta iniciativa importa-se a criação das comissões ad hoc, nomeadamente: a comissão de supervisão (equipa reitoral), a comissão executiva, segundo a comissão científica, a comissão técnica, a comissão de redacção e a comissão de protocolar.

 

DA ORGANIZAÇÃO DA OCORRÊNCIAS

Comissão Executiva

§ Alexandre Chuculate Pambo, Instituto Superior de Ciências da Educação, Universidade 11 de Novembro, Cabinda, Angola - Coordenador;

§ Domingos Gabriel Ndele Nzau, Instituto Superior de Ciências da Educação, Universidade 11 de Novembro, Cabinda, Angola;

§ José Francisco Luemba, Instituto Superior de Ciências da Educação, Universidade 11 de Novembro, Cabinda, Angola;

§ Adriana do Nascimento Sita Gomes, Faculdade de Economia, Universidade 11 de Novembro, Cabinda, Angola;

§ Helga Solange Sita Kuanga, Faculdade de Economia, Universidade 11 de Novembro, Cabinda, Angola.

 

Comissão Científica

§ Odair Furtado, Pontificia Universidade Católica de São Paulo, Brasil;

§ Alexandre Chuculate Pambo, Instituto Superior de Ciências da Educação,Universidade 11 de Novembro, Cabinda, Angola;

§ Francisco Casimiro Lubalo, Instituto Superior de Ciências da Educação, Universidade 1 de Novembro, Cabinda, Angola;

§ José Francisco Luemba, Instituto Superior de Ciências da Educação, Universidade 11 de Novembro, Cabinda, Angola;

§ Domingos Gabriel Ndele Nzau, Instituto superior de Ciências da Educação, Universidade 11 de Novembro, Cabinda, Angola;

§ Kianvu Tamo, Faculdade de Economia, Universidade 11 de Novembro, Cabinda, Angola;

§ Eduardo Vera-Cruz Pinto, Faculdade de Direito, Universidade de Lisboa, P ortugal;

§ Octávio Uña, Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais, Universidade Rey Juan Carlos de Madrid, Espanha;

§ Paulo de Carvalho, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Agostinho Neto, Luanda, Angola;

§ Luiz Alberto Oliveira, Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Brasil;

§ André Roberto Mampumbu, Instituto Superior de Ciências da Educação, Universidade 11 de Novembro, Cabinda, Angola;

§ José Barata Moura, Universidade de Lisboa, Portugal;

§ Pedro Calafate, Universidade de Lisboa, Portugal;

§ Malungo Belo Honoré, Departamento de Ciências Sociais, ISCED, Luanda.

 

Comissão Técnica

§ Eng˚. Pedro Paulo Vicente - coordenador

§ Eng˚. Samba Tamo

§ Eng˚. Sílvia Zau

 

Comissão de redacção

§ Albertina Nvide Simão – coordenadora;

§ António Casimiro Puindi

§ João Ramos Puila Casimiro

§ Alberto Casimiro Simbo

 

Comissão protocolar

§ Anabela Brígida Sinadinse - coordenadora;

§ Cristina Perpétua Maqueca

§ Yolanda Roebling Branco Domingos

§ Sibille Suzana Lelo Muanda

§ Celestina dos Santos

§ João Caposso Poba

§ Filomena da Glória Ruth

§ Henrique Bitebe

§ Marta da Conceição Massiala

§ José Cango Chocolate

§ Elisa Sales Claudete Wanuca

§ João Dinis Conde Fuca 

 

CRONOGRAMA

§ Junho

. Elaboração e consolidação dos termos de referência;

· Constituição das comissões;

· Contactos com prelectores e moderadores pressentidos, nacionais e estrangeiros.

 

§ Julho

· Chamada das comunicações (Web site, correio ou suporte electrónico);

· Solicitações de patrocínio;

· Desenho da conferência.

 

§ Agosto

· Emissão dos convites e publicitação do evento;

· Divulgação do Evento através dos mass-média;

· Recolha dos resumos.

 

§ Setembro

· Acolhimento dos convidados externos

· Decoração e arrumação do local do evento

· Realização da Efeméride

 

Ir para o topo da pagina